Não usar acento e cedilha
 
 

UMA PÁGINA PESSOAL

 

. Uma vida de músico
. Ler e escrever
.
Cacilda Borges Barbosa




LER E ESCREVER: POESIA


SOBRE POESIA

 

Bissexto

A enxada e pá das palavras - o som -
e outros meios e muitos dessa economia singular;
a forma omissa das coisas - a terra
abaixo e além das garras da enxada;
a forma da pesca (de caniço)
que entretece com a água a intimidade das raízes.

O trabalho eventual, errante,
não é do barqueiro que desce o rio
nem a tarefa do caixeiro viajante.
A plantação é apegada ao solo,
estante como um cruzeiro levantado
na memória da ação de bala ou faca.
E a imagem última aponta
o vértice de sua exata função.

(1970)

 
 

 

 
<< anterior
 

<<voltar para listagem