Não usar acento e cedilha
 
 

UMA PÁGINA PESSOAL

 

. Uma vida de músico
. Ler e escrever
.
Cacilda Borges Barbosa




LER E ESCREVER: POESIA


SOBRE POESIA

 

Palavra despedida

Em cada palavra despedida
há uma espera pregnante
de um outro galo que apanhe o grito
ou da resposta fulminada;
pulsa vivente a língua tesa
para lançar carinho ou corte,
tato ou morte prefigurando
a espera engravidada.
cada espera é despedida
toda palavra interminada.

 
 

 

 
 

<<voltar para listagem